Excalibur – Versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur

Na Idade Média, a lenda do Rei Arthur ficou popular por vários motivos, sendo a espada de Excalibur um dos mais marcantes deles. A espada é parte fundamental da lenda e também já recebeu outros nomes, assim como Caledfwlch (em galês), Calesvol (no dialeto da Cornualha), Kaledvoulc’h (em bretão) e Caliburnus (em latim).

De acordo com a lenda, a espada surge de duas formas diferentes. Em alguns relatos, ela estava no fundo de um lago e é entregue a Arthur pela Dama do Lago. Por outro lado, em outras a espada estava cravada na pedra e só poderia ser retirada pelo verdadeiro Rei.

Ainda que as duas versões sejam parte da lenda, existem espadas no mundo real que remetem à Excalibur.

A Excalibur de Galgano

Excalibur - versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur
Quora

Galgano Guidotti nasceu em 1148, na Itália, em uma família rica. Apesar disso, aos 32 anos decidiu abandonar a família para seguir os ensinamentos de Jesus e viver como eremita.

Com o tempo, Galgano passou a ter visões do Arcanjo Miguel, que falava sobre um encontro com Deus e os doze apóstolos no Monte Siepi. Em outra das visões, o anjo teria dito que o eremita deveria abrir mãos dos bens materiais. Ao ouvir isso, no entanto, Galgano declarou que a missão era tão impossível como partir uma pedra ao meio.

A fim de provar seu ponto, então, tentou fincar sua espada numa pedra. Para sua surpresa, Galgano conseguiu colocar e tirar a espada da pedra com muita facilidade, assim como na lenda de Excalibur. Logo em seguida, inspirado pela mensagem do anjo, Galgano subiu o Monte Siepi e fincou sua espada ali, onde permanece até hoje.

Monte Siepi

Excalibur - versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur
Historic Mysteries

Galgano morreu um ano após o feito com a espada, mas não foi esquecido. Uma capela foi construída ao redor da pedra com a arma e em 1185 ele foi santificado.

Ao longo de vários anos, ladrões e aventureiros tentaram remover a espada da rocha, mas sem sucesso. Em uma das tentativas mais famosas, um ladrão foi atacado por lobos e completamente devorado, tendo só as mãos poupadas. Ainda hoje, as mãos do homem estão expostas no local.

Apesar da veracidade da Excalibur de Galgano não poder ser verificado, estudo do metal da arma garantem que ela data do período em que o santo viveu.

Garotinha Rei Arthur

Excalibur - versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur
Mutually

Durante um passeio na região da Cornualha, na Inglaterra, a menina Matilda Jones, de apenas 7 anos, também encontrou sua própria Excalibur. O diferencial dessa vez, é que a arma não estava fincada numa pedra, mas sim no fundo de um lago.

Enquanto brincava na água, a menina chamou o pai para dizer que havia encontrado uma espada. A princípio, ele não acreditou no que a garota dizia, mas não demorou para que confirmasse que ela estava correta.

A espada encontrada tinha 1,20 m de altura, mesmo tamanho da criança.

Apesar disso, o pai da menina não se empolgou com a descoberta. Ao invés de investir na crença da lenda do Rei Arthur, ele afirmou que a arma provavelmente fora utilizada em algum filme e não era lendária.

Excalibur na Bósnia

Excalibur - versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur
Fox News

Uma outra espada fincada numa rocha foi encontrada no rio Vrbas, na Bósina. Segundo a arqueóloga e curadora do Museu da República Srpska, Ivana Pandzic, a arma estava fincada como a Excalibur da lenda e precisou de um esforço especial para ser removida.

Uma análise da arma revelou que o metal tem 700 anos de idade. Apesar disso, ainda não se sabem outras informações sobre mais Excalibur da vida real.

Fontes: History, Hypeness, R7, Aventuras na História

Imagens: Empire, Quora, Historic Mysteries, Mutually, Fox News

Essa matéria Excalibur – Versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Excalibur – Versões reais da espada mitológica das lendas do Rei Arthur Publicado primeiro em https://segredosdomundo.r7.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s