Origem do pão – História, evolução ao longo do tempo e curiosidades

Um dos itens mais populares da mesa dos brasileiros é o pão, esse alimento está presente no café da manhã, no lanche da tarde ou até mesmo na hora do jantar. No entanto, o pão conquistou outros países além do Brasil, afinal, quem não gosta de um pão quentinho com manteiga? Mas, o pão nem sempre foi da forma como o conhecemos hoje, desde a origem do pão ele vem se modificando e aprimorando.

Aparentemente, a origem do pão data aproximadamente 12 mil anos, na época da Mesopotâmia, juntamente com o cultivo do trigo. Apesar de que naquela época, diferente de hoje, o pão era feito com farinha misturada com o fruto do carvalho. Ademais, os pães eram achatados, secos, duros e amargos. Por isso, antes de consumi-lo era necessário lavar o alimento várias vezes em água fervente. Por fim, era assado sobre pedras ou embaixo de cinzas.

No Brasil, o pão se popularizou apenas no século XIX, mesmo sendo conhecido pela população desde a época dos colonizadores. No entanto, os pães brasileiros eram escuros, enquanto que na Europa o alimento tinha a casca dourada e o miolo branco. Além disso, o pão francês que é muito consumido no Brasil, não é mesmo pão francês europeu. Pois, diferente da receita francesa, no Brasil a receita contém açúcar e gordura na massa, além de ter surgido somente no século XX.

Origem do pão

Aventuras na História

Parte da cultura de muitos povos, o pão é o resultado do cozimento de uma massa feita com farinha e alguns tipos de cereais, como trigo, água e sal. Além disso, é um alimento que possui grande importância para as religiões e provavelmente é um das primeiras comidas preparadas pelo homem.

De acordo com pesquisas, acredita-se que a origem do pão data de aproximadamente 12 mil anos juntamente com o início do cultivo do trigo. Ademais, sua criação procede das civilizações da Antiguidade, na região da Mesopotâmia, onde agora está situado o Iraque.

A origem do pão está ligada ao processo de sedentarização do homem, época em que deu início ao desenvolvimento das atividades agrícolas. No entanto, o pão era duro, seco e amargo, e assado em pedras ou embaixo de cinzas.  Ademais, o primeiro pão a ser assado em forno de barro foi há aproximadamente 7000 a.C. no Antigo Egito. Durante a Idade Média, o pão era feito artesanalmente pelos camponeses, mas não era fermentado resultando em pães de baixa qualidade.

Em suma, o pão chegou á Europa no ano de 250 a.C., onde era preparado em padarias, surgindo assim a figura do padeiro. Porém, com a queda do Império Romano, as padarias foram fechadas e os pães tinham que ser feitos em casa. A partir do século XII, a produção desse alimento começou a ser melhorada na França.

Dessa forma, o país se destacou no século XVII como o centro mundial de fabricação de pães. Inclusive, foi um dos motivos da eclosão da Revolução Francesa e a queda do rei Luís XVI. Por fim, com a Revolução Industrial, a produção foi impulsionada, assim como o aumento de terras destinadas ao plantio do trigo.

Origem do pão: os primeiros pãezinhos

Arquitetando Estilos

Quando criados, os pães eram feitos de farinha misturada com o fruto do carvalho, dessa forma, eram achatados, duros, secos e amargos. Então, para consumi-lo era preciso lavar com água fervente e colocar para secar, e somente depois eram assados nas mesmas formas que os bolos sobre a pedra quente ou debaixo de cinzas.

A princípio, antes de servirem para a produção de pães, a farinha de diversos cereais era utilizada no preparo de sopas e mingaus cozidos com água. Posteriormente, foi acrescentado o mel, azeite doce, suco de uva, tâmaras esmagadas, ovos e carne moída, que pareciam com bolos que eram assados em pedras quentes. Basicamente, foram esses bolos que deram origem ao pão.

Ademais, foram os egípcios os primeiros a usarem forno de barro para assar, além de criar o processo de fermentação por volte de 4000 a.C.

Foi então que o alimento ganhou o aspecto que conhecemos hoje. No entanto, alguns historiadores acreditam que a origem do pão fermentado tenha sido na época pré-histórica. Seja como for, por ser um produto importante para a alimentação, durante muitos séculos o pão foi usado como moeda. Inclusive, acredita-se que os faraós o utilizavam como meio de pagamento para os serviços realizados.

O pão na Europa e no Brasil

Caminho do VInho

No século XVII, a França se destacou como o centro mundial de fabricação de pães, desenvolvendo técnicas aprimoradas de panificação. Assim como a criação e origem do pão francês, alimento que se tornou bastante popular e essencial para alimentação da população.

No entanto, no Brasil, seu consumo se popularizou apenas no século XIX. Pois, até então, os brasileiros tinham o hábito de consumir grande quantidade de farinha de mandioca e biju, mesmo conhecendo o pão a base de trigo desde a chegada dos colonizadores portugueses. Então, no século XX, quando os emigrantes italianos chegaram ao Brasil, a atividade de panificação de expandiu. Dessa forma, o pãozinho se tornou um dos alimentos mais essenciais da mesa dos brasileiros.

Curiosidades sobre o pão

Arquitetando Estilos
  • De acordo com historiadores, a primeira padaria do mundo foi criada no Egito, na cidade de Gizé há 3000 a.C.
  • No Egito Antigo, um dia de trabalho era pago com três pães.
  • As primeiras padarias no Brasil foram abertas em Minas Gerais, e logo depois em São Paulo e no Rio de Janeiro. No entanto, os primeiros pães eram escuros, mesmo já sendo feitos com fermento.
  • A Rússia é o país que mais consome pão no mundo todo, sendo 120 kg por pessoa ao ano, o equivalente a 5 pães por dia.
  • O segundo país que mais consome pão no mundo é o Chile, consumindo 93 kg por pessoa ao ano.
  • Os pães mais conhecidos atualmente são o Pão Francês, Baguete, Croissant, Pão Sírio, Italiano, de Centeio, Australiano, Bisnaguinha, Ciabatta, Pão Ázimo, de Batata e o Pão Integral.

Por fim, atualmente o pão é um alimento que é consumido no mundo todo, cuja fabricação envolve os mais variados métodos, resultando em inúmeras qualidades de pães. No entanto, vale lembrar que mesmo com todo o desenvolvimento envolvendo a produção desde a origem do pão, boa parte da população mundial ainda não tem acesso a esse alimento tão antigo e necessário para a alimentação cotidiana.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Panetone – Origem, história e curiosidades sobre a receita de Natal.

Fontes: Brasil Escola, História do Mundo, Fio Cruz, Massa Madre

Imagens: Área de Mulher, Aventuras na História, Arquitetando Estilos, Caminho do Vinho

Essa matéria Origem do pão – História, evolução ao longo do tempo e curiosidades foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Origem do pão – História, evolução ao longo do tempo e curiosidades Publicado primeiro em https://segredosdomundo.r7.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s