Semana Santa, o que é? História da origem dessa data popular

A Semana Santa marca os calendários anuais, mas será que você conhece a história por trás da data? Em resumo, a essa é uma celebração da paixão de Cristo, assim como sua morte e ressureição. Comumente, é comemorada entre os chamados domingo de ramos e o domingo de Páscoa.

Nesse sentido, essa é uma celebração de origem católica, porém foi incorporada no calendário nacional como outras datas semelhantes. Como exemplo, pode-se citar o Dia das Crianças em outubro, também conhecido como Dia de Nossa Senhora Aparecida.

Entretanto, apesar das raízes católicas, essa é uma data marcada por importantes elementos históricos. Desse modo, a origem da Semana Santa pode ser considerada uma narrativa histórica essencial para compreensão da sociedade atual.

Semana Santa, o que é? História da origem dessa data popular
Fonte: Portal do Rancho

A História da Semana Santa

No geral, a Semana Santa reconta a história da paixão de Cristo, assim como sua morte e eventual ressurreição. Desse modo, conta a trajetória de Jesus Cristo na figura do Messias, enviado à Terra por Deus para auxiliar os humanos.

Nesse sentido, é importante relembrar que Jesus Cristo teria encarnado na Terra em um período de muita hostilidade. Desse modo, os seres humanos viviam em miséria, guerras, desigualdade social e conflitos. Além disso, acreditavam na figura de um Deus punitivo.

Sendo assim, a ideia de Deus como a figura do Pai Amoroso enfrentou incontáveis dificuldades para ser aceita. Como Jesus Cristo era o maior pregador dessa mensagem, os indivíduos que sentiam-se ameaçados faziam de tudo para O impedirem. Entre esses rivais estava um de seus próprios apóstolos, Judas Escariotes.

Quando Jesus reuniu doze homens para levar seus ensinamentos às pessoas, Ele já sabia que encontraria um traidor no meio desse grupo. Em outras palavras, Jesus Cristo veio à Terra consciente de toda Sua trajetória, mas também da missão a ser desempenhada.

Consequentemente, quando Judas Escariotes o entregou aos romanos por duvidar que Ele era um enviado de Deus, Cristo estava ciente dos eventos que o esperavam. Assim, o processo que seguiu de Sua crucificação, morte e eventual ressurreição faziam parte de seu destino, além da sua missão de transformação na Terra.

Semana Santa, o que é? História da origem dessa data popular
Fonte: Franciscanos

Origem da Semana Santa

De maneira resumida, a trajetória da história da Semana Santa aconteceu em um período de sete dias. Sendo assim, esse é o principal motivo pela qual a celebração dura esse tempo, de modo a homenagear cada uma das etapas a qual Cristo viveu.

Entretanto, somente em 325 d.C, o Concílio de Niceia instituiu a doutrina da Igreja Católica. Eventualmente, essa instituição foi responsável por criar a Semana Santa de maneira oficial. Desse modo, esse Concílio foi presidido pelo Imperador Constantino e desenvolvido pelo Papa Silvestre I.

Por meio deste, ficou decidido quais seriam os livros sagrados e as datas religiosas. Nesse processo, estabeleceu-se a Semana Santa no período entre o chamado domingo de ramos e o domingo de Páscoa.

Ademais, esse Concílio foi responsável por instituir o Catolicismo como religião oficial do Império Romano. Como consequência, houve uma importante contribuição para a difusão dessa religião no mundo.

Semana Santa, o que é? História da origem dessa data popular
A obra “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci é uma importante peça na narrativa da Semana Santa – Fonte: Calendarr

O que acontece em cada dia?

Em primeiro lugar, o Domingo de Ramos marca o episódio bíblico da chegada de Jesus em Jerusalém. No caso, o nome está associado à saudação com ramos de palmeiras por parte dos seus seguidores.

Logo em seguida, a Segunda-feira Santa representa os episódios bíblicos mais importantes para o Cristianismo. Como exemplo, pode-se citar o milagre dos peixes e da multiplicação dos pães.

Posteriormente, a Terça-feira Santa prossegue narrando a trajetória de Cristo. Em especial, é celebrado o momento que antecede a morte e a ressurreição Dele. Também, a Quarta-feira Santa narra o momento da traição por parte de Judas Iscariotes, quando ele entrega Cristo às autoridades.

Desse modo, a Quinta-feira Santa refere-se ao processo da cerimônia que antecede a crucificação. Principalmente, é celebrado o evento do Lava-pés e a Última Ceia de Jesus Cristo com seus apóstolos. Do mesmo modo, a Sexta-feira Santa relembra a paixão e morte de Jesus Cristo.

Além disso, a Sexta-feira Santa é conhecida como Sexta-feira da Paixão. No geral, o feriado nacional se inicia somente nessa data, porém há exceções em alguns municípios brasileiros.

Ademais, o Sábado de Aleluia está associada à descida de Jesus à mansão dos mortos. Apesar de não ser ponto facultativo em algumas regiões, há uma vigília na Igreja Católica. Por fim, o Domingo de Páscoa celebra a ressurreição de Cristo, concluindo a história de sua trajetória na perspectiva do Catolicismo.

E aí, gostou de conhecer a história da Semana Santa? Então leia sobre Maktub – Significado do termo com origem na cultura árabe

Fontes: Brasil Escola | Calendarr | Bola Vip

Imagens: Calendarr | Franciscanos | Portal do Rancho | e-DublinRA

Essa matéria Semana Santa, o que é? História da origem dessa data popular foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Semana Santa, o que é? História da origem dessa data popular Publicado primeiro em https://segredosdomundo.r7.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s