Silent Hill – História e origem do jogo aclamado por fãs do mundo todo

Silent Hill é uma série de jogos de terror psicológico que marcou o mundo dos games, se tornando um dos grandes clássicos do horror. Cuja trama se desenrola em cenários arrepiantes e repleto de criaturas grotescas. Em suma, o Survival Horror, como muitos o chamam, também serviu de base para uma das melhores adaptações de games para filmes feitas até hoje.  

Devido ao grande sucesso a série Silent Hill possui uma legião de fãs espalhados pelo mundo. De acordo com o roteirista do filme, Roger Avary, a Silent Hill retratada no filme ‘Terror em Silent Hill’ (2006) foi baseada em uma cidade real chamada Centralia, localizada na Pensilvânia, Estados Unidos. Conhecida como uma das cidades fantasmas mais assustadoras e perigosas do mundo, Centralia é repleta de história macabras.  

Além disso, foi palco de uma grande tragédia, que destruiu a cidade, que atualmente, não consta na maioria dos mapas existentes. Por fim, o jogo foi desenvolvido pela equipe Team Silent da Konami e teve seu primeiro game lançado em 1999 para o PlayStation.  

Silent Hill: o jogo 

Clube do Vídeo Game

A série de games Silent Hill foi desenvolvida pela equipe da Konami, chamada Team Silent , sendo que o primeiro jogo foi lançado em 1999 para o Playstation. Em suma, a trama do game faz com que o jogador mergulhe em um mundo de pesadelos, um terror psicológico repleto de criaturas e cenários assustadores. Isso tudo somado a detalhes simples, mas que deixam os jogadores perdidos e apavorados na cidade abandonada, como interferências no rádio e uma névoa densa por toda a cidade.  

Ademais, o game traz como protagonista Harry Manson, pai adotivo de uma garotinha de sete anos chamada Cheryl. Que ao saírem de férias para a cidade de Silent Hill, sofrem um acidente de carro no caminho. Ao acordar, Harry vê sua filha desaparecer dentro da cidade coberta de névoa, então, inicia uma busca para encontrar sua filha.  

Por fim, o jogo revolucionou com suas características marcantes, como sua jogabilidade, cujo foco é a sobrevivência usando poucas armas. Além disso, o game contava com um visual moderno para a época. Juntamente com a trilha sonora criada pelo compositor Akira Yamaoka, que ajudou a criar uma atmosfera perfeita de terror.

E toda a história é contada através de documentos, notas e livros encontrados pelo mapa ao longo do jogo. Devido ao seu sucesso, o game ganhou versões para PS3 e PSP como parte da coleção PS2 Classics, além de estar disponível na PlayStation Store.  

Silent Hill 2 

EvilHazard

Em 2001, uma sequência da série foi lançada para PlayStation 2. Em suma, Silent Hill 2 é considerado como o melhor de toda a franquia. Com gráficos melhores, traz um protagonista com uma história mais profunda do que o principal, possibilitando que o jogador mergulhe na mente e pensamentos que a atormentam. Ou seja, o game conta a história de James Sunderland, que vai para Silent Hill após receber uma carta de sua esposa Mary. No entanto, Mary havia morrido 3 anos antes de uma doença terminal.  

Dessa forma, James procura por respostas, mas, acaba mergulhando em seu próprio pesadelo, com criaturas grotescas que o atormenta dificultando sua busca pela verdade. Posteriormente, em 2012, o jogo foi relançado em versão remasterizada para o Xbox 360 e PS3, juntamente com Silent Hill 3.  

Silent Hill 3 

Critical Hits

Com o sucesso cada vez maior, em 2003 é lançado Silent Hill 3 para o PlayStation 2. Em suma, o jogo traz a história de Heather Mason (Cheryl), filha do protagonista Harry Manson do primeiro game da série. Ademais, a história se passa 17 anos após os acontecimentos do game original, onde o passado de Heather é explicado. Além disso, a protagonista volta para Silent Hill para impedir que os eventos do primeiro game voltem a acontecer.

Com uma personalidade forte e marcante, a personagem traz um pouco de humor e sarcasmo ao terceiro jogo.  

Enfim, o jogo apresenta uma evolução visual grande com ótimos gráficos e cenários mais realistas, o que possibilita uma experiencia mais empolgante para os jogadores. Além de contar com uma excelente trilha sonora, misturando belas músicas com sons perturbadores, criando uma atmosfera de terror psicológico perfeita.  

Silent Hill 4 – The Room 

Techmundo

Na tentativa de inovar, a equipe do Team Silent resolveu tentar algo diferente lançando The Room, onde pela primeira vez a cidade Silent Hill aparece apenas de forma indireta. Em suma, o jogo traz a história do azarado Henry Townshend, que mora em um apartamento na cidade de Ashfield.

Ademais, o jogo apresenta uma visão claustrofóbica em primeira pessoa, quando Henry que levava uma vida normal se encontra trancado em seu próprio apartamento por cinco dias, sem conseguir sair. Enquanto uma série de assassinatos acontecem, envolvendo um serial killer que pertencia ao culto da cidade de Silent Hill.  

Por fim, um buraco aparece em seu banheiro, que leva a diferentes lugares da cidade de Silent Hill. Embora traga elementos totalmente diferentes da versão original, o jogo teve uma boa recepção do público. Além disso, The Room ganhou versões para PC, PlayStation 2 e Xbox e foi o último game feito pela equipe Team Silent, antes de se separarem. 

Silent Hill: Origins 

Techmundo

Silent Hill: Origins, foi o primeiro jogo da franquia desenvolvido sem a participação do Team Silent. Em suma, foi criado pela Climax Studios em uma tentativa de voltar às origens da série de jogos. Primeiramente, foi lançado para PSP e depois para o PlayStation 2. Enfim, o game conta os eventos que levaram ao primeiro jogo da franquia. Isso, através do personagem Travis Grady, um caminhoneiro que quase atropela uma menina ao passar pela rodovia que leva a Silent Hill.  

Dessa forma, quando a garota foge, Travis tenta segui-la, quando encontra uma casa em chamas, e acaba preso nos pesadelos da cidade. Além disso, o game retorna com personagens clássicos e elementos da história original.  

Cidade que inspirou a história do jogo 

Museu de Imagens

Segundo um ex-funcionário da Komani, que não quis se identificar, a história de Silent Hill foi inspirada em uma cidade real, chamada Centralia, Pensilvânia, Estados Unidos. Em suma, a Komani estaria atrás de um game para combater a série Resident Evil. Dessa forma, saiu a procura de um bom enredo, centenas chegavam até o escritório da produtora, mas, nenhum agradou o produtor Keiichiro Toyama.

Então, ele iniciou uma busca por histórias de terror do mundo todo, até que encontrou uma lenda de uma cidade dos Estados Unidos, chamada Centralia. Cuja história envolvia relatos impressionantes e muito assustadores.  

No entanto, foi um diário comprado por 10 mil dólares de um dos moderadores do distrito de Ashland, chamado J. S. Manson, parente de um morador de Centralia, desaparecido em 1960. Ademais, o diário era vermelho de capa dura, bastante velho e desgastado escrito H. Manson na capa. Ao todo eram 354 páginas datadas relatando histórias terríveis e assustadores que atormentaram todos da equipe de produção do jogo. 

O Diário  

Museu de Imagens

De acordo com o diário, H. Manson temia por sua filha pequena, então, ele relata os acontecimentos diários da cidade de Centralia. Sendo que o mais assustador seria o escurecimento repentino na cidade. Em certo dia, uma escuridão tomou conta da cidade, às 11:45 da manhã, Manson que era religioso temeu pelo pior. Então, pegou sua filha e correu para dentro de casa, para um pequeno santuário construído na sala.

Durante todo o tempo se ouvia gritaria, parando apenas quando o sol reapareceu. Quando saiu, Manson descobriu que muitas pessoas, parentes e vizinhos tinham desaparecido, mas, os eventos continuaram e em todas as vezes ele pegava sua filha e ficavam no santuário até que tudo passasse.  

No entanto, em um desses eventos, Manson ouviu seu primo batendo na porta, mas esse primo havia desaparecido anteriormente. Em dúvida se abria a porta ou não, resolver espiar pela janela, foi quando viu seu primo deformado se contorcendo e outras tantas criaturas medonhas por toda a parte.

Logo a frente, corpos empalados queimavam ainda vivos, o cenário era um verdadeiro inferno. Enfim, Manson temendo por sua vida e de sua filha pensa em ir embora, o que não aconteceu, já que ele desapareceu com sua filha. Aparentemente, o diário ainda existe e está sob o poder do produtor Toyama, que o considera como um amuleto da sorte.  

Quanto a cidade de Centralia, ela se tornou uma cidade fantasma devido a um incêndio de uma mina abandonada, que libera gases tóxicos e fumaça na superfície. O que deixa a cidade cercada por uma neblina parecida com a de Silent Hill. Além disso, o fogo continua queimando até hoje podendo durar ainda por mais 250 anos. 

Curiosidades sobre o jogo 

Techtudo
  • Em 2014 a Sony divulgou um jogo chamado P.T. para o PlayStation 4, que chamou a atenção pelo alto nível de jogabilidade e de terror, raro visto em outros jogos. Enfim, P.T. significava Playable Teaser (demo jogável) que na verdade era um novo capítulo da franquia Silent Hill com participação do criador da série Metal Gear Solid, Hideo Kojima, o diretor de cinema Guillermo Del Toro, e o ator Norman Reedus de The Walking Dead. 
  • Inicialmente, a equipe Team Silent não tinha muito conhecimento técnico para fazer jogos 3D, então Takayoshi Sato, assumiu a área de modelagem 3D dos personagens e as cenas em computação gráfica. No entanto, a Konami não queria colocar seu nome nos créditos, quando Sato ameaçou esconder suas técnicas do restante da equipe, voltaram atrás.  
  • Na versão de Silent Hill: Shattered Memories, o personagem recebe um smartphone para interagir. Que ao discar o número de atendimento ao cliente da Konami, recebe a mensagem de que você está em Silent Hill, portanto eles não podem te ajudar.  
  • A escola do jogo foi baseada na escola do filme ‘Um Tira no Jardim de Infância’ com o ator Arnold Schwarzenegger.  
  • Ao final do game Silent Hill é revelado que os eventos sobrenaturais na cidade eram causados por uma força alienígena. Já em Silent Hill 2 os eventos eram causados por um cachorro mexendo em um super computador. Por fim, em Silent Hill: Origins os eventos são causados pelo alienígena e pelo cachorro juntos, uma brincadeira feita pelos desenvolvedores do jogo.  

Filme baseado no game  

Youtube

Baseado no game, em 2006 foi lançado o filme ‘Terror em Silent Hill’, uma espécie de releitura da série de jogos. Devido ao razoável sucesso do filme, em 2012 saiu a sequência ‘Silent Hill: Revelação’ com uma série de referências sobre o game.  

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: História do Xbox – Evolução do console do Xbox até o Xbox Séries X e S

Fontes: O ArquivoTechtudo 

Imagens: Youtube, Game Times, Clube do Vídeo Game, Evil Hazard, Critical Hits, Techmundo, Museu de Imagem

Essa matéria Silent Hill – História e origem do jogo aclamado por fãs do mundo todo foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Silent Hill – História e origem do jogo aclamado por fãs do mundo todo Publicado primeiro em https://segredosdomundo.r7.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s