Remela, como são formadas? Causas de acúmulo nos olhos

A remela é uma substância natural produzida no corpo, acumulada principalmente durante os momentos de sono. Dessa maneira, na maioria das vezes, é resultado de um processo que não deve gerar preocupações.

Por outro lado, existem situações em que a produção em excesso pode ser reflexo de outras condições de saúde. Nessas situações, por exemplo o olho pode ficar irritada e a substância com cor ou consistência diferente.

Além disso, os sintomas de condições problemáticas também podem incluir vermelhidão, inchaço ou coceira nos olhos, por exemplo.

Como a remela é formada

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
All About Vision

A função de lubrificação dos olhos é realizada pelas lágrimas, que possuem três camadas. A mais externa é composta de gorduras liberadas pelas glândulas de Meibomius, que evitam a evaporação das lágrimas; a do meio tem líquido, sais e proteínas que garantem a lubrificação; e a mais interna tem muco, que umidifica o olho e retém poeiras.

Quando piscamos, essas substâncias são distribuídas pelo olho, permitindo sua limpeza e lubrificação. Já quando dormimos, essa produção permite o surgimento da remela.

Isso porque a parte líquida é produzida com menos intensidade, mas o muco ainda é produzido. O excesso fica depositado no canto dos olhos e vai ressecando ao longo da noite, deixando apenas muco e poeira.

Principais causas de acúmulo de remela

Conjuntivite

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
Hospital de Olhos

A conjuntivite é uma inflamação na membrana conjuntiva, que reveste olhos e pálpebra. A infecção é marcada por coceira, inchaço e vermelhidão nos olhos, além do aumento da produção de remela durante o dia. Um oftalmologista deve ser consultado após o surgimento dos sintomas, para definir tratamentos com uso de pomadas ou antibióticos. Além disso, a condição precisa de atenção extra por ser muito contagiosa.

Síndrome do olho seco

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
Drauzio

Assim como o nome sugere, a síndrome é resultado da redução da produção de lágrimas, deixando os olhos menos lubrificados e mais irritados. Dessa maneira, é possível perceber aumento na quantidade de remela acumulada no olho. A condição surge, por exemplo, entre pessoas que passam muito tempo em ambientes com ar condicionado ou fixados em telas de computadores.

Para reduzir o acúmulo de remela, bem como as irritações, recomenda-se o uso de colírios, sob orientação médico.

Gripes e resfriados

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
cura

As infecções que causa gripes e resfriados promovem lacrimejamento em excesso, o que pode resultar em mais remela nos olhos. Até que a condição passe, o olho pode ser higienizado com soro fisiológico.

Dacriocistite

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
Tua Saúde

Dacriocistite é uma inflamação que provoca bloqueio do canal lacrimal e pode surgir no nascimento ou como resultado de doenças ao longo da vida. A obstrução do canal pode permitir acúmulo de remela, mas também traz riscos como proliferação de microrganismos.

Quando presente em bebês até um ano de idade, a condição é tratada apenas com soro fisiológico. Já em casos em que a condição é consequência de outra doença, um oftalmologista deve recomendar o uso de colírios ou tratamento cirúrgico.

Blefarite

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
Atlas da Saúde

Uma outra inflamação que produz mais remela nos olhos é a blefarite. Ela é resultado de uma alteração nas glândulas de Meibomius, responsáveis por manter a umidade nos olhos. Os sintomas envolvem coceiras, vermelhidão e inchaço, além de crostas de sujeira.

Além da higienização com os olhos, é recomendado o uso de compressas mornas nos olhos três vezes ao dia. Entretanto, quando a inflamação é recorrente, um médico pode prescrever um tratamento mais específico.

Uveíte

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
Hospital de Olhos

A úvea é a parte do olho formada pela íris, corpo ciliar e coroide. A inflamação na região, então, promove aumento da sensibilidade à luz, visão turva e aparecimento de manchas na visão, bem como produção excessiva de remela.

Ao sinal dos primeiros sintomas, um médico deve ser consultado para evitar complicações mais graves.

Ceratite

Remela - como são formadas e principais causas de acúmulo nos olhos
Ideco

Outra infecção que promove maior produção de remela é a ceratite, que pode ser provocada pelo mau uso de lentes de contato, por exemplo. Nesses casos, no entanto, é comum que ela tenha cores e texturas diferentes, podendo ser mais aquosa ou mais espessa.

Fontes: Hosergipe, Viva Bem, Tua Saúde

Imagens: India Times, All About Vision, Hospital de Olhos, Drauzio, cura, Tua Saúde, Atlas da Saúde, Hospital de Olhos, Ideco

Essa matéria Remela, como são formadas? Causas de acúmulo nos olhos foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Remela, como são formadas? Causas de acúmulo nos olhos Publicado primeiro em https://segredosdomundo.r7.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s