Como usar a cor amarela de diferentes formas na decoração

Segundo a arquiteta Marcela Zampere, “as cores trazem muita influência na decoração e conhecer a teoria das cores é uma maneira de criar combinações que fazem sentido em determinado ambiente”. Para compreender esse assunto, é muito importante observar como as cores são aplicadas no círculo cromático. Por isso, acompanhe as explicações da arquiteta.

Índice do conteúdo:

Como funciona o círculo cromático?

Criado por Isaac Newton, o círculo cromático é uma tabela que simplifica a teoria das cores. A forma mais básica dele divide as cores em 12 partes e, a partir disso, é possível fazer combinações utilizando uma espécie de regrinha de harmonização entre elas. Para entender como se aplicam essas composições, é necessário ir mais a fundo no conceito, conhecendo algumas das suas vertentes.

As cores do círculo cromático

Tua Casa

Você sabia que as cores primárias são responsáveis pela formação das mais diversas cores? Pois é, o primeiro conceito do círculo cromático é entender como essas cores são formadas, pois “através delas podemos fazer diversos estudos”:

  • Cores primárias: formadas pela tríplice amarelo limão, magenta e azul-cobalto. “Essas são consideradas puras, pois elas não precisam de mistura para serem formadas. A partir delas é possível formar as cores secundárias”, explica a arquiteta.
  • Cores secundárias: aqui as cores começam a se formar a partir das diversas misturas das cores primárias. Nessa categoria, o violeta (magenta + azul-cobalto), laranja (amarelo-limão + magenta) e verde (azul-cobalto + amarelo limão) começam a deixar o círculo cromático um pouco mais complexo.
  • Cores terciárias: nessa categoria, as cores são resultado da mistura entre secundárias. O resultado dessa composição são as cores: roxo (magenta + violeta), violeta azulado (violeta + azul-cobalto), amarelo mostarda (laranja + amarelo limão), vermelho (magenta + laranja), verde-limão (verde + amarelo limão) e turquesa (verde + azul-cobalto).
  • Cores neutras: as cores neutras são responsáveis como complemento, pois elas escurecem ou clareiam determinada cor. Essa categoria é formada pelo branco, preto, cinza e marrom.

Ficou chocado ao descobrir que o vermelho não é uma cor primária? Por ser o resultado de uma mistura, utilizar vermelho como primária pode resultar em cores ‘sujas’. Por isso, prefira utilizar o magenta para fazer suas combinações, ok?

As propriedades das cores

Tua Casa

Além das misturas, as cores possuem outras propriedades básicas que funcionam como ‘dosagem’. São essas propriedades que criam as infinitas variações no círculo cromático:

  • Matiz: conhecida como tonalidade, o matiz representa o estado puro de uma cor, sem a adição de cores neutras para escurecer ou clarear a cor.
  • Saturação: também conhecida como croma, essa propriedade diz respeito à intensidade da cor. Assim, “uma cor saturada está próxima do matiz, sendo mais pura e brilhante. Já uma cor pouco saturada está próxima do cinza”, explica Zampere.
  • Valor: o valor é responsável pela quantidade de claridade na cor, adicionando branco ou preto para criar tons mais claros ou escuros. Com essa adição é possível criar intensidades e tons diferentes.

Essas propriedades são essenciais para aplicar em seu projeto. Para te ajudar, brinque bastante com as variações dessas propriedades em vez de utilizar a cor pura. É dessa forma que você consegue criar tonalidades únicas!

Cores frias e cores quentes

Tua Casa

O círculo cromático também é dividido pela temperatura, em cores frias ou quentes. A temperatura diz respeito às sensações térmicas, criando um contexto ainda mais elaborado. Para o design, “podemos criar um ambiente mais intimista ou mais sóbrio”:

  • Cores frias: aqui a cartela de azuis e verdes predominam, pois “são cores que transmitem sensação de tranquilidade e suavidade, muito associadas à água e ao frio”.
  • Cores quentes: Zampele afirma que “as cores quentes são responsáveis por transmitir calor e alegria, pois remetem naturalmente ao fogo”. No círculo é possível detectar tonalidades quentes com tons de amarelo, vermelho e laranja.

Além disso, lembre-se que ao misturar as cores entre si, a temperatura pode mudar por completo. Experimente misturar o amarelo com o vermelho e o vermelho com o azul. Enquanto a primeira combinação cria um resultado frio, a segunda adicionará mais calor.

Combinações de cores

Tua Casa

Também é possível criar combinações de cores por meio do círculo cromático. Para isso, existem 3 regrinhas básicas que ajudam a entender como criar paletas harmonizadas e esteticamente bonitas:

  • Monocromáticas: é o famoso degradê. Para essa opção, você precisa da cor pura e suas variações de preto e branco. O branco vai deixando a cor mais clara e o preto deixa a cor mais escura.
  • Complementares: “a combinação de cores complementares é feita escolhendo cores opostas no círculo cromático”, explica Zampere. Elas apresentam maior contraste entre si e são muito utilizadas para destacar alguns elementos do espaço.
  • Análogas: oferecem pouco contraste, pois possuem tons de base semelhantes. Normalmente é feita por uma cor primária e suas adjacentes, e ajuda a construir sensação de unidade no ambiente.

Existem outras técnicas de combinação de cores com o círculo cromático, então não se limite apenas nessas três opções. O mundo da teoria das cores é cheio de detalhes, mas você já vai conseguir criar lindas composições dominando o básico.

Como usar o círculo cromático na decoração?

A teoria das cores pode parecer abstrata, mas através do círculo cromático é possível deixar a teoria mais prática. A seguir, Zampere compartilha algumas dicas para adicionar tudo o que você aprendeu na decoração:

Cores complementares

“Neste tipo de combinação temos maiores efeitos de contrastes, pois as cores são mais vibrantes. São ótimos para ambientes onde queremos estimular a criatividade, trazer alegria e personalidade. Pode ser utilizado em sala de estar e cozinhas, onde recebemos amigos e temos um momento de lazer. Escritórios comerciais que trabalham com criação também podem optar por essa combinação”, afirma. No exemplo, note que o azul é a cor complementar do laranja.

Cores análogas

De acordo com Zampere, “as cores análogas criam uma sensação de unidade e equilíbrio no projeto. Aqui, além da combinação de cores análogas, devemos prestar atenção nos tons das cores. As cores quentes e análogas são ideias para ambientes mais descontraídos, já as cores frias e análogas podem tornar o ambiente mais elegante”.

Cores frias

“As cores frias trazem sensação de tranquilidade e suavidade, sendo ideais para ambientes de longa permanência, como dormitórios, locais de trabalho e estudo. Devemos ter cuidado ao utilizar cores frias em excesso para não transmitir sensação de tristeza no ambiente. Porém, é possível trabalhar com cores frias em paredes, pisos e dar um toque pontual em tecidos dos mobiliários com almofadas com cores mais quentes”.

Cores quentes

“As cores quentes transmitem sensação de acolhimento, despertam alegria e são ótimas para ambientes dinâmicos. Aqui é interessante considerar o tamanho do ambiente, pois cômodos pequenos com tons quentes podem parecer ainda menores. Por isso, o ideal é criar equilíbrio entre tons quentes e frios”. Nesse projeto, note como o amarelo da parede e o rosa da almofada deixam o ambiente mais acolhedor, enquanto o tom de verde das plantas possui um toque mais frio para equilibrar as cores.

Cores monocromáticas

“Utilizar a mesma cor em diferentes saturações trará a sensação de equilíbrio e unidade, e atualmente a arquitetura contemporânea e minimalista está utilizando bastante. Para criar o degradê, evite usar o mesmo tom em muitas superfícies do cômodo, pois é importante que os tons tenham variações visíveis. Outra opção é trabalhar com diferentes texturas no mesmo tom. Essa técnica explora outros sentidos para além do visual, criando um efeito de aconchego”, explica Zampere.

Por fim, Zampere esclarece que “apesar de não existir regras, é muito importante saber o efeito que cada cor causa e o que você planeja transmitir. O equilíbrio entre as cores é essencial e as composições criadas através do uso do círculo cromático pode ajudar”.

Como usar o círculo cromático na decoração

Chega de teorias! Os vídeos selecionados mostram a aplicação do círculo cromático na prática, e ainda compartilham dicas extras para complementar seus conhecimentos:

Como usar o círculo cromático na decoração

Em menos de 5 minutos você reforçará seus conhecimentos em círculo cromático e como ele é aplicado na decoração de maneira harmoniosa. Aqui a arquiteta oferece dicas simples de combinações, e ensina como mexer na saturação das cores para que elas fiquem na medida certa na composição.

Combinando cores em ambientes pequenos

Adicionar cores em um ambiente pequeno pode parecer uma tarefa complicada, principalmente sabendo que algumas cores deixam o local menor ainda. No vídeo você aprende a usar cores específicas para decoração em ambientes compactos e ainda entende quais influências elas trazem para o cômodo.

Como combinar as cores na decoração

Sabe aquela cor incomum que você adora, mas não aplica na sua decoração, pois não sabe como combiná-la no ambiente? Aqui você aprenderá a utilizar a sua cor favorita e sair do básico. Se o seu desejo é sair do óbvio, as sugestões do vídeo trazem exemplos singulares maravilhosos!

Entender o círculo cromático é o básico para dominar a arte das combinações de cores. Escolha os tons que mais representem a sua personalidade e adapte a teoria das cores no seu projeto.

O post Como usar a cor amarela de diferentes formas na decoração apareceu primeiro em Tua Casa.

Como usar a cor amarela de diferentes formas na decoração Publicado primeiro em https://www.tuacasa.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s